Gilson Pneus

Se você tem um carro com certeza está sempre preocupado em manter ele na melhor condição possível, não é mesmo? Afinal de contas estamos falando de um veículo que precisa de manutenção. E muitas vezes ignorar cuidados básicos pode sair muito caro.

Às vezes ignorar um ou outro sinal pode te deixar parado no meio da estrada. E algo que seria relativamente barato de se concertar, vai ficar bem mais caro com os custos de resgate e reparo.

Isto sem contar no fato de que você ainda pode correr riscos graves por conta do problema que tiver encontrado. Sendo assim, acredito que a melhor opção que você pode ter é fazer também manutenções preventivas.

Deixe-me dizer o motivo. As manutenções preventivas são extremamente baratas e muito rápidas. E o melhor, elas evitam problemas futuros que são definitivamente muito caros e que podem trazer reais dores de cabeça.

Entretanto uma das mais recomendadas para você fazer é a verificação periódicas dos pneus. Este tipo de manutenção é definitivamente um dos meios mais eficazes de garantir estabilidade e segurança para seu carro.

E mais, é também um dos meios de garantir conforto. Sabendo que seu carro estará com o pneu na melhor condição possível.

Acredite, pode parecer um pouco inútil, já que os pneus são a peça que mais se troca em um carro. Mas isto não é verdade, principalmente para pessoas que não fazem trocas com frequências maiores do que 4 meses.

Vamos conferir como fazer.

Verificação periódica dos pneus

Como realizar a verificação periódica dos pneus

Primeiramente é responsável dizer que o jeito mais seguro de garantir essa verificação é indo até um profissional do ramo. Um borracheiro mais experiente já dá conta do recado. Entretanto dá para se ter alguns bons resultados fazendo sozinho. Aqui na Gilson Pneus oferecemos esse serviço com excelência.

O único problema é que você não conseguirá fazer a manutenção por conta própria. Será necessário pedir uma ajuda de um jeito ou de outro. Mas é bom saber que tudo está ok, não é?

O processo é fácil, e primeiramente precisa-se verificar se há algum tipo de avaria nele. Como você provavelmente não tem como suspender seu carro, o ideal seria ir andando devagar e parando constantemente.

Veja se há qualquer tipo de bolha em alguma parte. Um jeito mais eficiente seria remover roda por roda para olhar atentamente. Podem haver por exemplo arranhões bem profundos em partes internas, veja se eles estão deixando escapar ar, ou se podem ser uma ameaça.

Não se esqueça de ver se há algum tipo de prego ou pedra que esteja inserido em qualquer parte do pneu. Isto muitas vezes é difícil de ser visto, por isso é necessário o uso de uma lupa para auxílio.

Verifique a pressão do pneu em algum posto. Veja se ela desceu muito sem algum motivo. Mas é necessário também entender que os pneus precisam estar frios.

Lembre-se, sinais de desconforto ao dirigir ou instabilidade podem atrapalhar sua direção também. Por isso fique atento para não correr riscos desnecessários.