Fale Conosco
        Gilson Pneus

Você já deve ter ouvido por aí, e provavelmente até falado, que ter um automóvel é como ter uma segunda família. Este ditado infame normalmente se refere aos elevados custos de manutenção que podem ocorrer para a maioria dos motoristas.

Entretanto é válido dizer que nem todos são capazes de realmente de fazer escolhas que sejam exatamente lógicas. Isto porque é fácil dizer que o barato normalmente sai caro, especialmente no mundo automobilístico.

Para tentar te explicar é necessário diferenciar entre a manutenção preventiva e a manutenção corretiva. Ambas parecem ser a mesma coisa, mas existem em contextos muito diferentes.

Saber como fazer manutenção preventiva do automóvel vai te permitir antes de mais nada evitar problemas antes que eles apareçam. A manutenção corretiva vai corrigir o problema que aconteceu.

Neste momento o espírito avarento de muitos se questiona da real necessidade de se agir de maneira preventiva. Mas pense comigo, o que é melhor? Trocar uma mangueira do arrefecimento do carro de 30 reais, ou ter que fazer o motor dele por cerca de 4.000?

Muitos ignoram a manutenção preventiva e podem ter peças, como a correia dentada, se perdendo rapidamente. O fato é que neste caso você terá um grande problema em mãos. Que não só será difícil de achar concerto, mas também será caro.

Então hoje aqui estão algumas possibilidades interessantes para você.

Manutenção preventiva do automóvel

Como fazer manutenção preventiva do automóvel

A manutenção preventiva do automóvel deve ser sempre feita junto com um mecânico de confiança. Se possível procure algum local que tenha um serviço autorizado e de qualidade pela marca do seu veículo.

Muitos irão cobrar o valor de uma inspeção e só vão buscar os defeitos mais aparentes. Não irão realmente corrigir o defeito que o carro apresenta em geral.

Sendo assim, o melhor que você pode fazer é sem dúvida nenhuma manter um processo de pesquisa. Encontre o melhor local e só aí comece a agir.

Isto é para se fazer uma espécie de check up geral. Mas se você já está com tudo controlado o ideal é dar uma olhada em uma série de quilometragens padrão.

Por mais que tudo possa variar de marca de peça para outra, ou mesmo de um veículo para o outro, o importante mesmo é que você utilize seu veículo de maneira inteligente.

O alinhamento dos pneus, por exemplo, é algo que deve ser feito de preferência toda vez que você trocar os pneus. Mas pode ser repetido a cada 20 mil km, para garantir que você tenha um bom controle do carro e também conte com uma maior segurança.

A correia dentada deve ser trocada normalmente em uma marca semelhante a 100 mil km rodados. Infelizmente este é um dos maiores mistérios da mecânica e muitas vezes pode ter variações quanto ao tempo também.

Quem roda muito com o carro vai atingir essa marca rapidamente. Mas é bom verificar de 2 em 2 anos para se ter certeza.

O óleo deve ser trocado junto com seu filtro na marcação orientada na troca anterior. Isto nunca deve ser cogitado de outra maneira!

No mais é isso, espero que estas orientações tenham te ajudado. Qualquer dúvida é só nos chamar: (21)2473-6868